Arquidiocese do Rio de Janeiro

37º 25º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 13/12/2018

13 de Dezembro de 2018

Busquemos a penitência, a renovação

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

13 de Dezembro de 2018

Busquemos a penitência, a renovação

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

20/02/2018 16:10 - Atualizado em 20/02/2018 16:10

Busquemos a penitência, a renovação 0

20/02/2018 16:10 - Atualizado em 20/02/2018 16:10

Penitência, na Bíblia, é uma renovação da pessoa; uma revolução interior, da qual a conversão faz parte. A conversão é o início da penitência, da renovação. Os bispos, os padres, os religiosos, as religiosas, os leigos, todos precisamos passar por esse processo. Os casados, os solteiros, os jovens, os adultos e mesmo os idosos, todos precisam da renovação.

“Naqueles dias, apareceu João Batista pregando no deserto da Judéia. Dizia ele: Fazei penitência, porque está próximo o Reino dos Céus’’ (Mt 3,1-2). Nessa época, a primeira vinda de Jesus estava para acontecer. E nós, hoje, sabemos que ocorrerá sua segunda vinda.

Assim como João tinha no coração que era preciso fazer penitência, converter-se, renovar todas as coisas, porque o Reino de Deus estava próximo, nós, igualmente, devemos saber que o Reino dos Céus está muito perto agora.

Jesus virá para separar o joio do trigo e jogar fora o joio, e nenhum de nós poderá ser jogado fora. Todos temos de converter-nos. A nós cabe a missão de ser uma voz que clama no deserto, escutem ou não. À voz cabe clamar. O Senhor está chegando e temos de preparar-Lhe o caminho; temos de preparar-nos, todos, para sua vinda.

Nosso mundo está cheio de lama, na miséria, e Deus não suporta ver este mundo emporcalhado, porque ama seus filhos. Quem sujou este mundo foi o inimigo, e ele teve muitos adeptos.

Agora o Senhor está voltando para limpar a face da terra; para fazer justiça. Justiça não é apenas castigar os maus, os errados, mas também dar o prêmio àqueles que são bons. Os filhos de Deus, os que lutam para viver em seus mandamentos, merecem este mundo limpo.

Não fomos criados apenas para viver 80, 90, 100 anos de prazeres neta terra - aliás, é uma ingenuidade pensar que isso seja possível. Fomos criados por Deus e para Deus, para fazer parte de Sua família, para estar com Ele para sempre no céu. Esta é a razão de nossa vida.

 

Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.

Busquemos a penitência, a renovação

20/02/2018 16:10 - Atualizado em 20/02/2018 16:10

Penitência, na Bíblia, é uma renovação da pessoa; uma revolução interior, da qual a conversão faz parte. A conversão é o início da penitência, da renovação. Os bispos, os padres, os religiosos, as religiosas, os leigos, todos precisamos passar por esse processo. Os casados, os solteiros, os jovens, os adultos e mesmo os idosos, todos precisam da renovação.

“Naqueles dias, apareceu João Batista pregando no deserto da Judéia. Dizia ele: Fazei penitência, porque está próximo o Reino dos Céus’’ (Mt 3,1-2). Nessa época, a primeira vinda de Jesus estava para acontecer. E nós, hoje, sabemos que ocorrerá sua segunda vinda.

Assim como João tinha no coração que era preciso fazer penitência, converter-se, renovar todas as coisas, porque o Reino de Deus estava próximo, nós, igualmente, devemos saber que o Reino dos Céus está muito perto agora.

Jesus virá para separar o joio do trigo e jogar fora o joio, e nenhum de nós poderá ser jogado fora. Todos temos de converter-nos. A nós cabe a missão de ser uma voz que clama no deserto, escutem ou não. À voz cabe clamar. O Senhor está chegando e temos de preparar-Lhe o caminho; temos de preparar-nos, todos, para sua vinda.

Nosso mundo está cheio de lama, na miséria, e Deus não suporta ver este mundo emporcalhado, porque ama seus filhos. Quem sujou este mundo foi o inimigo, e ele teve muitos adeptos.

Agora o Senhor está voltando para limpar a face da terra; para fazer justiça. Justiça não é apenas castigar os maus, os errados, mas também dar o prêmio àqueles que são bons. Os filhos de Deus, os que lutam para viver em seus mandamentos, merecem este mundo limpo.

Não fomos criados apenas para viver 80, 90, 100 anos de prazeres neta terra - aliás, é uma ingenuidade pensar que isso seja possível. Fomos criados por Deus e para Deus, para fazer parte de Sua família, para estar com Ele para sempre no céu. Esta é a razão de nossa vida.

 

Monsenhor Jonas Abib
Autor

Monsenhor Jonas Abib

Fundador da Comunidade Canção Nova e presidente da Fundação João Paulo II