Arquidiocese do Rio de Janeiro

30º 20º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 21/09/2018

21 de Setembro de 2018

Somos amor

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

21 de Setembro de 2018

Somos amor

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

20/06/2018 15:52 - Atualizado em 20/06/2018 15:56

Somos amor 0

20/06/2018 15:52 - Atualizado em 20/06/2018 15:56

O amor que está em você pode e deve se manifestar pela mansidão. Você não precisa ser uma pessoa nervosa, brava, ranzinza, grosseira. Seja manso! Essa mansidão é feita de amor, que pode e deve ser manifestado por meio da sua alegria, da sua felicidade, da sua paz e da sua amizade para com todos.

Claro, todo mundo erra, todo mundo peca, todo mundo falha e nos decepciona, mas precisamos ser pacientes uns com os outros. “O amor tem paciência” (1Cor 13,4). Esse amor que está em você vai se manifestar por meio de sua generosidade. Você pode ser generoso! Não precisa ser avarento, egoísta e pensar somente em si. Pelo contrário, você pode ir em auxílio dos seus irmãos, ser ajuda para eles. Você foi feito para isso!

O pecado veio e colocou em nós orgulho, egoísmo, maldade, mas lá no fundo de nós mesmos, nossa essência permanece, somos imagem de Deus, capacitados para o amor. Não fomos feitos para o ódio nem para a maldade.

A própria Palavra de Deus nos esclarece: “O amor de Deus foi derramado em nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado” (Rm 5,5b). Não apenas temos amor, mas o amor está derramado em nós, está em abundância dentro de nós. Basta colocá-lo para fora! É preciso pôr para fora toda essa quantidade de amor que está em você, que o próprio Espírito Santo colocou em você.

O mundo precisa ver esse espetáculo de homens e mulheres, de adultos e jovens que amam, nos tempos de hoje. Esse amor que é Deus, que é o próprio Espírito Santo e pode se manifestar por meio do perdão: perdoar a todos, perdoar como Jesus. O mundo precisa desse espetáculo! Ele só irá acreditar no amor quando vir pessoas amando.

Foi para isso que o Pai o criou: para que produza os frutos de Jesus. E os frutos de Jesus são frutos de amor! É possível a você amar como Jesus amou e, por isso, ser bom, leal, sincero, simples, humilde, bondoso, delicado, paciente como Jesus. Perdoar, acolher como Jesus. O mundo precisa disso! Foi para isso que o Pai nos criou.


Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.

Somos amor

20/06/2018 15:52 - Atualizado em 20/06/2018 15:56

O amor que está em você pode e deve se manifestar pela mansidão. Você não precisa ser uma pessoa nervosa, brava, ranzinza, grosseira. Seja manso! Essa mansidão é feita de amor, que pode e deve ser manifestado por meio da sua alegria, da sua felicidade, da sua paz e da sua amizade para com todos.

Claro, todo mundo erra, todo mundo peca, todo mundo falha e nos decepciona, mas precisamos ser pacientes uns com os outros. “O amor tem paciência” (1Cor 13,4). Esse amor que está em você vai se manifestar por meio de sua generosidade. Você pode ser generoso! Não precisa ser avarento, egoísta e pensar somente em si. Pelo contrário, você pode ir em auxílio dos seus irmãos, ser ajuda para eles. Você foi feito para isso!

O pecado veio e colocou em nós orgulho, egoísmo, maldade, mas lá no fundo de nós mesmos, nossa essência permanece, somos imagem de Deus, capacitados para o amor. Não fomos feitos para o ódio nem para a maldade.

A própria Palavra de Deus nos esclarece: “O amor de Deus foi derramado em nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado” (Rm 5,5b). Não apenas temos amor, mas o amor está derramado em nós, está em abundância dentro de nós. Basta colocá-lo para fora! É preciso pôr para fora toda essa quantidade de amor que está em você, que o próprio Espírito Santo colocou em você.

O mundo precisa ver esse espetáculo de homens e mulheres, de adultos e jovens que amam, nos tempos de hoje. Esse amor que é Deus, que é o próprio Espírito Santo e pode se manifestar por meio do perdão: perdoar a todos, perdoar como Jesus. O mundo precisa desse espetáculo! Ele só irá acreditar no amor quando vir pessoas amando.

Foi para isso que o Pai o criou: para que produza os frutos de Jesus. E os frutos de Jesus são frutos de amor! É possível a você amar como Jesus amou e, por isso, ser bom, leal, sincero, simples, humilde, bondoso, delicado, paciente como Jesus. Perdoar, acolher como Jesus. O mundo precisa disso! Foi para isso que o Pai nos criou.


Monsenhor Jonas Abib
Autor

Monsenhor Jonas Abib

Fundador da Comunidade Canção Nova e presidente da Fundação João Paulo II