Arquidiocese do Rio de Janeiro

24º 21º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 22/11/2017

22 de Novembro de 2017

Arquidiocese promove o Dia Mundial dos Pobres: ‘uma Igreja em saída’

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

22 de Novembro de 2017

Arquidiocese promove o Dia Mundial dos Pobres: ‘uma Igreja em saída’

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

10/11/2017 17:01 - Atualizado em 10/11/2017 17:14
Por: Priscila Xavier

Arquidiocese promove o Dia Mundial dos Pobres: ‘uma Igreja em saída’ 0

temp_titlePscoa_2017_na_Catedral_9_17042017182140

A população global neste ano alcançou os 7,6 bilhões de habitantes, de acordo com dados da Organização das Nações Unidas (ONU). Porém, outro número ainda avança rapidamente: pelos menos 13% da população mundial ainda vivem em situação de extrema pobreza e 800 milhões de pessoas passam fome.

Pensando naqueles que mais sofrem, o Papa Francisco intitulou o 33º Domingo do Tempo Comum como o Dia Mundial dos Pobres, para que, nesta data, os cristãos possam voltar os corações para aqueles que mais necessitam.

A primeira edição, com o tema: “Não amemos com palavras, mas com obras” (1 Jo 3,18), acontecerá no dia 19 de novembro. Porém, antes da data, a Arquidiocese do Rio preparou uma semana dedicada à reflexão e observação da realidade local, entre os dias 11 e 18 de novembro.

Segundo o bispo animador para a Caridade Social, Dom Joel Portella Amado, “o Pontífice está preocupado com a globalização da indiferença. Ou seja, são tantos pobres que começamos a nos ‘acostumar’ com eles. Através do Dia Mundial dos Pobres, o Papa convida ao despertar ou ‘redespertar’ da consciência. São filhos e filhas de Deus que sofrem com a fome, a falta de moradia e ausência de pátria”, esclareceu.

Ele ainda acrescentou que “o Papa chama a nossa atenção para o pobre como sujeito, o qual precisa ter reconhecida sua condição, não apenas de cidadania, mas de humanidade. A pobreza nos interpela, e em cima de cada pobre pesa essa conta, que não é só dele, mas de todos nós”, afirmou.

Sacudir a comodidade e ir ao encontro dos pobres

Há 38 anos residindo no Rio de Janeiro, padre Giuseppe Piero – que também é membro do Movimento Contemplativo Missionário Padre de Foucauld – sempre trabalhou em benefício dos mais pobres e necessitados, colocando o carisma do padre Charles de Foucauld em prática nas comunidades da cidade.

Para o Dia Mundial dos Pobres, ele recordou um trecho do documento “Evangelii gaudium”. “As palavras do Pontífice me tocaram muito, e elas me ajudam a ser uma Igreja em saída, que se preocupa, realmente, com os pobres, que aumentam sempre mais. No documento, ele nos diz para que ‘saiamos para oferecer a todos a vida de Jesus Cristo. Prefiro uma Igreja acidentada, ferida e enlameada, por ter saído pelas estradas, a uma igreja enferma, pelo fechamento e comodidade de se agarrar às próprias seguranças”, sublinhou.

E ainda continuou: “todos os dias, preciso sacudir a minha preguiça e comodidade para ir ao encontro daqueles que precisam, dos doentes e presos, dos moradores de rua que vivem marginalizados nos dias de hoje. Que o Dia dos Pobres possa fazer de cada um de nós, cristãos, verdadeiros irmãos, para que unidos possamos dar o testemunho da Igreja viva que vai ao encontro dos mais necessitados”, acrescentou.

Fundador da Comunidade Discípulos Missionários Pequena Nuvem, diácono Edilson Ezequiel de Lima, cujo carisma é voltado para a recuperação relacionada ao uso de drogas por jovens e adultos, afirmou que “esse dia será uma grande bênção para a Igreja e para o mundo. Que nesta data possamos consagrar os nossos corações para levarmos a Boa Nova e abraçarmos aqueles que sofrem. Essa é uma oportunidade de colocarmos o Evangelho em prática e de ir ao encontro das pessoas ‘invisíveis’ diante da sociedade. A Igreja faz um trabalho junto aos pobres, mas que ele se alargue cada vez mais, que receba mais visibilidade. Que não façamos apenas por um dia, mas que coloquemos o Evangelho em prática”, frisou.

Programação nos vicariatos

Entre os dias 11 e 18 de novembro, os vicariatos da Arquidiocese do Rio realizarão ações sociais articuladas pela equipe de assistentes sociais da arquidiocese. No dia 11, acontecerá o Fórum Pastoral de Diálogo com a Sociedade: Educação, Saúde, Habitação, Trabalho/Renda, no Edifício João Paulo II, na Glória, das 8h às 17h.

Já no dia 13, também no Edifício João Paulo II, será realizado o Encontro Ecumênico Arquidiocesano, às 19h. No dia 18, a missa O Rio Celebra, presidida pelo Cardeal Orani João Tempesta, será realizada na cracolândia do Jacarezinho, às 9h.

Na data dedicada aos pobres, dia 19, haverá a distribuição de café da manhã para a população de rua, na Catedral Metropolitana de São Sebastião, no Centro, onde, logo em seguida, será celebrada a santa missa, presidida pelo Cardeal Orani João Tempesta, junto aos agentes de pastorais e movimentos sociais, além de membros de novas comunidades, às 10h.

Pároco da Catedral, cônego Cláudio dos Santos afirmou que “temos a oportunidade de não somente servir, mas também estarmos mais próximos, percebendo a realidade do irmão que sofre também como uma realidade nossa. É também a oportunidade de mostrar o rosto misericordioso de Cristo”, evidenciou.

Urbano

As atividades do Vicariato Urbano terão início no dia 11 com a participação dos agentes de pastorais sociais no Fórum Pastoral de Diálogo com a Sociedade e, ao mesmo tempo, as paróquias farão o acolhimento das famílias atendidas, com distribuição de cestas básicas.

No dia 14, será realizada ação social na Praça do Largo da Glória, junto aos membros da Fraternidade O Caminho, Toca de Assis, Aliança de Misericórdia e das Irmãs do Carmelo. Além disso, no local, também serão servidas refeições, e haverá assistência médica, psicológica e social, cortes de cabelo e formações, com a participação do Coral da População de Rua.

Nas paróquias ainda acontecerão momentos de jejum, adoração e a Oração da Hora Santa. Haverá também doações para a Campanha do Quilo. No dia 19, os fiéis participarão de atividades na Catedral.

Vigário episcopal do Vicariato Urbano, padre Wagner Toledo destacou que “nossa região compreende o território central do Rio, onde convergem pessoas necessitadas, muitas vivendo em situação de rua. Esse dia nos traz uma felicidade muito grande, porque move toda a sociedade, a partir da Igreja, a refletir sobre a necessidade do irmão que está ao lado”, completou.

Jacarepaguá

No dia 15, o Vicariato Jacarepaguá realizará uma ação social na Paróquia Santa Luzia, em Gardênia Azul, onde a população em situação de rua poderá tomar banho, trocar de roupa, tomar café da manhã e cortar os cabelos.

Receberá também mensagens preparadas pelos jovens da comunidade e assistirá a uma encenação teatral. O almoço será servido com música ao vivo. Conforme a programação, haverá atendimentos psicológicos e sociais, apoios jurídicos e encaminhamentos para emissões de documentos.

Já no dia 19, as atividades acontecerão na Paróquia São Pedro do Mar, no Recreio, tendo início com a celebração da santa missa, às 7h30. Já às 8h30, a população em situação de rua terá a oportunidade de retirar a primeira ou segunda via do documento de identidade, receberá orientações da Defensoria Pública, jurídica (trabalhista e consumidor), psicológica e nutricional. Estão previstos também testes de glicose, aferição de pressão arterial, cortes de cabelo, designer de sobrancelhas, maquiagem e feira de artesanato.

De acordo com o vigário episcopal, cônego Robert Chrzaszcz, “vamos olhar com zelo para aqueles que mais necessitam, que vivem próximos a nós e que, por vezes, não os enxergamos. Queremos proporcionar para eles um dia diferente”, finalizou.

Oeste

No Vicariato Oeste, as atividades do dia 19 estarão concentradas no Calçadão de Bangu. Segundo o vigário episcopal, padre Felipe Lima, “no local, faremos a distribuição de kits de alimentos e também alguns serviços da área social, como retirada da primeira e segunda via do documento de identidade, certidão de nascimento e assistência nas áreas jurídica e médica. Nosso dia será voltado ao atendimento público de maneira geral”, concluiu.

Santa Cruz

No dia 14, o Vicariato Santa Cruz fará ação social na Paróquia Nossa Senhora da Conceição. No local, a população em situação de rua terá a oportunidade de obter primeira e segunda vias de documento de identidade e certidão de nascimento, além de cortes de cabelo, maquiagem e atendimentos jurídico, psicológico e médico, aferição de pressão e medição de glicose.

Leopoldina

A ação social do Vicariato Leopoldina acontecerá na Paróquia Nossa Senhora da Paz, no Parque União, que fica na altura da passarela 10 da Avenida Brasil, no dia 15, das 8h às 13h.

No local serão oferecidos atendimentos contábil, médico e garantia de direitos (Conselho Tutelar e Mediação de Conflitos), oficinas de artesanato e artes, esportes e lazer, saúde, cidadania e assistência social. Além disso, haverá atendimentos de fitoterapia, massoterapia e autoestima, embelezamento, cortes de cabelo e manicure.

Norte

O Vicariato Norte também programou uma ação social com atendimentos médico e jurídico, cortes de cabelo, maquiagem, aferição de pressão e medição de glicose. O encontro será na Paróquia Santo Antônio de Pádua e Nossa Senhora da Boa Vista, no Cachambi, no dia 15, das 15h às 18h.

Suburbano

O Vicariato Suburbano realizará a Feira da Saúde, na Paróquia Cristo Rei, em Vaz Lobo, no dia 15, das 9h às 15h. No local, serão emitidos documentos de identidade e certidão de nascimento, ocorrerão atendimentos médicos, psicológicos e jurídicos e estarão disponíveis serviços de cortes de cabelo e maquiagem. Já no dia 19, a Feira da Saúde acontecerá na Paróquia São Brás, em Madureira, também das 9h às 15h.

Sul

Além de seguir a programação arquidiocesana, o Vicariato Sul fará uma roda de conversa com as famílias na Paróquia São Judas Tadeu, no Cosme Velho, no dia 14, às 14h30. 

Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.