Arquidiocese do Rio de Janeiro

30º 20º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 21/09/2018

21 de Setembro de 2018

Cardeal O’Brien visita o Brasil pela primeira vez

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

21 de Setembro de 2018

Cardeal O’Brien visita o Brasil pela primeira vez

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

22/06/2018 11:29 - Atualizado em 22/06/2018 11:29
Por: Nathalia Cardoso / Priscila Xavier

Cardeal O’Brien visita o Brasil pela primeira vez 0

A Arquidiocese do Rio de Janeiro acolheu o grão-mestre da Ordem Equestre do Santo Sepulcro de Jerusalém, Cardeal Edwin O’Brien, que, em maio, pela primeira vez, esteve em visita oficial no Brasil.

O Cardeal O’Brien, nomeado pelo Santo Padre para conduzir a ordem em âmbito mundial, também visitou outro lugar-tenência da América Latina, Buenos Aires, na Argentina. No Rio, ele foi acolhido pelo arcebispo do Rio, Cardeal Orani João Tempesta.  

Na programação, houve visita ao monumento do Cristo Redentor, missa na Paróquia Nossa Senhora da Misericórdia, em Botafogo, para os fiéis de língua inglesa, investidura de novos membros e lançamento de livro. O prior no Rio de Janeiro, monsenhor André Sampaio, recebeu o título de comendador como reconhecimento pelos serviços prestados à ordem.

Ele contou que o título que acabou de receber na Ordem do Santo Sepulcro o torna comendador presbítero. Antes ele era cavaleiro presbítero. Os títulos são relativos à posição que ocupa na hierarquia da ordem. “Eu acolhi esse título com muita alegria. É o reconhecimento da dedicação, dos trabalhos pastorais realizados”, disse ele, que estudou na Escola Diplomática da Santa Sé.

Sobre a visita, monsenhor André Sampaio explicou que ela contou com dois momentos distintos. “Primeiro, tivemos uma série de atividades, um encontro com o Cardeal Orani e a Vigília das Armas, que antecede o dia da criação dos novos cavaleiros e damas da ordem. Depois, aconteceu o lançamento de meu livro, intitulado “Ordem Equestre do Santo Sepulcro de Jerusalém – Origem, história e missão”, que é um documento formativo da história da ordem, preparado tanto para os membros quanto para aqueles que não fazem parte da ordem”, declarou.

Durante a visita, aconteceu a investidura dos novos membros, sendo três cavaleiros, cinco damas e dois membros do clero, os padres Jorge Luiz Neves Pereira da Silva e Omar Raposo de Souza, realizada na Paróquia Nossa Senhora do Carmo da Antiga Sé, no Centro.

Segundo monsenhor André, “a missão dos membros é dar o testemunho através de suas obras, conforme nos pede a Igreja. Os cavaleiros são chamados a serem testemunhas de Cristo. Somos responsáveis pela manutenção do patriarcado de Jerusalém, bem como de todas as obras realizadas na Terra Santa. Somos os mantenedores, junto com toda a ordem”, completou.

História e missão

O livro, de 152 páginas, lançado em português e inglês pela Editora MM, conta a história da Ordem do Santo Sepulcro, que há mais de mil anos é uma das guardiãs da tradição católica. Quando começou a escrever, 15 anos atrás, monsenhor André era secretário da Nunciatura Apostólica na Nigéria. Ele percebeu que muitos membros da ordem no Brasil desconheciam sua história. Pensou primeiro em fazer uma apostila para que as pessoas tivessem acesso a informações importantes. Um tempo depois, decidiu que faria um livro, traçando todo o percurso desde a criação, que remonta à época das Cruzadas, até os dias atuais.

“Espero que esse livro possa ser de grande utilidade para a Ordem do Santo Sepulcro, para os católicos em geral e pessoas interessadas na história. Esta ordem tem uma grande responsabilidade, de manter lugares santos e manter o trabalho realizado pela Igreja na Terra Santa”, pontuou.

Monsenhor André é atualmente juiz do Tribunal Eclesiástico do Rio de Janeiro, pároco da Paróquia de Nossa Senhora da Misericórdia, em Botafogo, prior-coadjutor da Ordem Equestre do Santo Sepulcro de Jerusalém e professor da PUC-Rio.

Como diplomata, serviu à Santa Sé em missão na Tailândia e Colômbia. Assumiu, em seguida, o cargo de secretário da Nunciatura Apostólica na Nigéria.

Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.