Arquidiocese do Rio de Janeiro

30º 20º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 20/09/2018

20 de Setembro de 2018

Pastoral da AIDS inaugura espaço de acolhimento para pessoas com HIV/AIDS

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

20 de Setembro de 2018

Pastoral da AIDS inaugura espaço de acolhimento para pessoas com HIV/AIDS

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

06/07/2018 09:56 - Atualizado em 06/07/2018 10:00
Por: Louis Barbaras

Pastoral da AIDS inaugura espaço de acolhimento para pessoas com HIV/AIDS 0

No dia 14 de julho, será inaugurado pela Pastoral da AIDS o espaço de acolhimento para pessoas com HIV/AIDS, seus familiares e amigos. O local funcionará todo sábado, das 11h às 13h no centro paroquial da Paróquia Cristo Redentor, em Laranjeiras.

Será um espaço de atendimento a pessoas com AIDS, com o intuito de entender a infecção, como se prevenir, e de conhecer os direitos das pessoas que sofrem com a doença.

Há quinze anos a Pastoral da AIDS atua em todo o país e faz um trabalho no sentido de dar auxilio àqueles que sofrem com o vírus. “Nós temos o dever de prevenir a doença e explicar, não só como evitar a AIDS, mas como evitar todas as outras doenças sexualmente transmissíveis, seguindo a doutrina da Igreja. Nós lutamos para que as pessoas tenham seus direitos respeitados, tenham acesso aos medicamentos, tenham acesso ao tratamento integral, e também temos uma atuação muito firme para combater o preconceito e a discriminação das pessoas com AIDS”, explicou o diácono permanente Bernardo Rangel Tura, que exerce o ministério na Paróquia Cristo Redentor.

De acordo com o diácono, o próximo passo será desenvolver um curso de formação para agentes da Pastoral da AIDS. “Nós prepararíamos os agentes para agirem em qualquer lugar, seja no hospital, seja na casa das pessoas, seja na Igreja”, destacou.

Já existem diversas instituições ligadas à Igreja, como o Ambulatório da Previdência e a Pastoral da Saúde, que fazem um trabalho de acolher essas pessoas. A Pastoral da AIDS pretende, no final de 2018, ligar sua atuação à desses grupos, e assumir um maior protagonismo no combate à epidemia.


Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.