Arquidiocese do Rio de Janeiro

25º 21º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 21/08/2018

21 de Agosto de 2018

Presidente da CNBB acolhe Dom Paulo Celso e mais 11 novos prelados do episcopado brasileiro

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

21 de Agosto de 2018

Presidente da CNBB acolhe Dom Paulo Celso e mais 11 novos prelados do episcopado brasileiro

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

08/08/2018 11:39 - Atualizado em 08/08/2018 11:40
Por: Da redação, com informações da CNBB

Presidente da CNBB acolhe Dom Paulo Celso e mais 11 novos prelados do episcopado brasileiro 0

O Bispo Auxiliar da Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, Dom Paulo Celso Dias do Nascimento, e mais onze novos bispos, que estão na sede da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), na capital federal, participando do 29º Encontro para Novos Bispos, de 6 a 10 de agosto, foram acolhidos na noite da segunda-feira, 6 de agosto, pelo presidente da entidade, o cardeal Sergio da Rocha, arcebispo de Brasília (DF).

O presidente da CNBB, em sua acolhida aos novos membros do episcopado brasileiro, ressaltou a importância da unidade e da participação de todos para exercer bem seu ministério episcopal. “É muito importante para o Bispo caminhar unido aos outros bispos, participando da Conferência Episcopal, e estar próximo do seu clero e do seu povo, visitando as suas comunidades”, disse.

O cardeal também ressaltou, em sua fala, à luz do Direito Canônico, a importância da visita pastoral dos bispos às suas comunidades e paróquias como presença animadora do caráter pastoral e como estímulo à uma Igreja de Comunhão e Partilha. O prelado defende que a presença dos pastores junto ao seu povo é um grande estímulo à vida comunitária e à renovação missionária, necessária como vem insistindo o papa Francisco em seu magistério ao pedir uma “Igreja em Saída”.

Dom Sergio apresentou a experiência da modalidade de visita denominada “Visita Pastoral Missionária” realizada em Brasília e em outras dioceses do Brasil aos novos bispos. “Esta experiência registra muitos frutos pastorais. Trata-se de uma Visita Pastoral realizada simultaneamente com visitas missionárias contando com leigos e leigas e envolvendo diversas paróquias e padres de um mesmo setor”, partilhou.

Em pauta – Os doze novos Bispos recém-nomeados pelo Papa Francisco ficam em Brasília até a próxima sexta-feira, dia 10, no encontro promovido pela Comissão Episcopal Pastoral para os Ministérios Ordenados e a Vida Consagrada da CNBB, cujo presidente é o arcebispo de Porto Alegre (RS), dom Jaime Spengler.

Os novos membros do episcopado da Igreja no Brasil foram nomeados desde agosto do ano passado. Durante a semana os novos bispos estão tendo contato com temas pertinentes ao ministério episcopal como, por exemplo, a liturgia no mistério, o Direito Canônico e a partilha que deve existir entre as dioceses, entre outros.

Na agenda, além das palestras, os recém-nomeados vão conhecer o Centro Cultural Missionário (CCM), as Pontifícias Obras Missionárias (POM) e também o Congresso Nacional. Além uma visita à Nunciatura Apostólica, onde os novos bispos vão encontrar com o Núncio Apostólico no Brasil, dom Giovanni D’Aniello.


Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.