Arquidiocese do Rio de Janeiro

30º 20º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 20/09/2018

20 de Setembro de 2018

Você sente vontade de ajudar algum projeto social e não sabe como?

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

20 de Setembro de 2018

Você sente vontade de ajudar algum projeto social e não sabe como?

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

17/08/2018 11:19 - Atualizado em 21/08/2018 14:27
Por: Nathalia Cardoso / Nice Affonso

Você sente vontade de ajudar algum projeto social e não sabe como? 0

temp_titleCristina_Rotondaro_Amigos_do_Cristo_18082018163800

Muitas pessoas têm confiado na parceria com o Projeto Ação de Amor do Cristo Redentor para realizarem, de diversas formas, esse mesmo desejo. São homens e mulheres, pessoas físicas e jurídicas, que têm descoberto que empenhar recursos e talentos pessoais em favor de quem está em situação de vulnerabilidade social é, mais do que um gesto de caridade, uma excelente forma de testemunhar a fé ao mundo. Seja um Amigo do Cristo ou opte por ser uma Empresa Amiga do Cristo para, juntos com o Redentor, abraçarmos aqueles que mais necessitam da nossa ajuda.

Cristo Redentor vira joia em prol dos  projetos sociais

Cristina Rotondaro, formada em Administração, sentia não se encaixar nas expectativas que os pais tinham para ela, por se achar bastante criativa. Viajou por muitos lugares até descobrir que gostava de confeccionar joias. No entanto, ao começar a atuar como designer de joias, buscou algo além do sentido comercial: “Nunca gostei de vendas, comercialização e tudo o que está envolvido. Criar para doar é a maior realização para mim, porque depois da criação da joia vem a criação do ‘bem’, que tem como objetivo se multiplicar e aliviar sofrimentos”, afirmou.Ao saber sobre os Projetos da Ação de Amor do Cristo Redentor, Cristina, nascida no Quênia e tendo crescido em Marrocos e nas Filipinas, se encantou pela causa: “Desde criança, sofri com as desigualdades sociais. Portanto, esse sempre foi um chamado para mim: esse Cristo, de braços abertos, deve abraçar a todos”, pontuou.Para ela, a educação é a única forma de mostrar às crianças em situação de vulnerabilidade social que existem contextos diferentes daquele em que ela muitas vezes está inserida.“Acredito em projetos pequenos, mas concretos. Acredito em dar a chance da educação, primeiramente para mostrar valores. Educação não é somente parte acadêmica, mas cuidar, amar e acreditar na melhor parte da criança”, afirmou.

Arte que transforma

A designer, ao tomar conhecimento de que o corpo do Cristo Redentor foi confeccionado com pedaços de esteatita (pedra-sabão), em formato de triângulo, tentou reproduzir a complexidade emsuas peças, respeitando a proporcionalidade. “Como tenho uma longa experiência na produção de joias, resolvi fazer a prototipagem muito sofisticada, para que a beleza da escultura e, sobretudo, a expressividade do rosto do Cristo pudessem ser feitas da melhor maneira possível”, explicou. A peça, que vem sendo produzida desde 2016, é apresentada em duas versões:uma do corpo e uma do rosto. Ambas são disponibilizadas em dois tamanhos, grande e pequena. “A minha relação com o Cristo Redentor não é somente de devoção, mas também de identificação com o exemplo de vida dEle,  que mostrou como somos todos iguais e frágeis, mas capazes de superar muitas coisas”, disse a designer,  que, após de ter estudado diversas religiões, encontrou conforto na mensagem de Jesus Cristo.

temp_titleQuiosque_Amigos_do_Cristo_18082018163910

Fotos: Arquivo Pessoal / Divulgação 


Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.