Arquidiocese do Rio de Janeiro

30º 20º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 20/09/2018

20 de Setembro de 2018

Muitas razões para celebrar

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

20 de Setembro de 2018

Muitas razões para celebrar

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

17/08/2018 11:42 - Atualizado em 17/08/2018 11:42
Por: Nathalia Cardoso / Symone Matias

Muitas razões para celebrar 0

Uma missa presidida pelo arcebispo do Rio, Cardeal Orani João Tempesta, na Catedral Metropolitana de São Sebastião, no dia 15 de agosto, marcou a solenidade de aniversário de 39 anos de dedicação da Catedral a Deus, de 40 anos de ordenação do bispo auxiliar Dom Antonio Augusto Dias Duarte e de 20 anos de ordenação dos padres Alexandre Tarquino, Eduardo Braga, Edilson da Silva, Niraldo Lopes, André Vilar, Paulo Hamurábi, Ubiratan de Oliveira, e do cônego Cláudio dos Santos, pároco da Catedral.

Dom Orani recordou as catedrais que a cidade do Rio já teve: a primeira foi a Catedral de São Sebastião, no Morro do Castelo; depois, Santa Cruz dos Militares, na Praça XV, seguida de Nossa Senhora do Rosário, na Rua Uruguaiana; e, depois, a Nossa Senhora do Carmo da Antiga Sé, que foi catedral durante 200 anos, antes da atual, que passou a ser a igreja-mãe na década de 1970.

“Toda a dedicação de uma igreja recorda a dedicação do povo, o povo vivo, as pedras vivas. Por isso, hoje celebramos o dia em que esta cidade, em sua catedral atual, foi consagrada ao Senhor. Juntamente com a dedicação da igreja, temos a graça de celebrar também os aniversários de ordenação presbiteral. Agradecemos a Deus pelo sacerdócio, e o incentivamos para que continuemos nosso trabalho de rezar e promover as vocações sacerdotais nessa arquidiocese”, afirmou o cardeal.

40 anos

Dom Antonio recordou que este momento é de comemoração, mas também de rever toda a caminhada sacerdotal a fim de buscar, cada vez mais, meios de servir a Deus.

“É um momento de agradecimento, de reparação e de pedir ajuda. Logicamente, devo dar toda a graça a Deus por me escolher para o sacerdócio e, depois do sacerdócio, para o episcopado”, disse.

20 anos

Os padres que celebraram seus 20 anos de sacerdócio foram ordenados na mesma turma, em 1998.

Cônego Cláudio contou que procura seguir o conselho do Papa Francisco de ser Igreja em saída e “ter o cheiro das ovelhas”. “E é isso que vemos de forma toda especial na pessoa do nosso cardeal, Dom Orani. Ele é um homem que não se cansa, que vai a todos os lugares, o grande peregrino – vamos dizer assim. E ele também nos anima a ser dessa forma, como nosso pastor, para que, vivendo nessa comunhão, possamos alcançar o céu e levar muitas pessoas conosco. Não queremos chegar ao céu sozinhos: é o nosso dever colaborar para que todo mundo chegue”, apontou o cônego Cláudio.

Padre André pediu para que Deus renovasse as graças nas vidas de todos os aniversariantes.

“Poder estar junto com a minha turma ou com alguns da minha turma é uma particular alegria. Então louvo a Deus por esse momento”, afirmou.

Já padre Paulo agradeceu pela força concedida por Deus para responder ao chamado ao longo de tanto tempo.

“Agradeço a todas as pessoas que têm me ajudado, com as suas orações, por onde eu tenho passado. Tenho certeza que essa perseverança que temos é devido a essas preces que as pessoas fazem para que sejamos fiéis à missão recebida. Então hoje é um dia de gratidão, de agradecimento e de renovar os propósitos de fidelidade”, disse ele.

Padre Ubiratan afirmou ser uma alegria poder partilhar esse momento com os demais sacerdotes e amigos, que seguem juntos ao longo desses 20 anos de caminhada de fé.

“Lembramos alguns colegas que já não estão entre nós e tantas situações que nos mostram que a graça de Deus sempre nos acompanhou. Por isso, é muito gratificante, ainda mais celebrar na Catedral, onde fomos ordenados”, apontou.

Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.