Arquidiocese do Rio de Janeiro

31º 20º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 21/05/2019

21 de Maio de 2019

Papa nomeia novos bispos para três dioceses brasileiras

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

21 de Maio de 2019

Papa nomeia novos bispos para três dioceses brasileiras

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

15/05/2019 11:14 - Atualizado em 15/05/2019 11:20
Por: Vatican News / CNBB

Papa nomeia novos bispos para três dioceses brasileiras 0

As dioceses de Ipameri (GO), Nova Iguaçu (RJ) e Campinas (SP) têm novos bispos.

Ipameri

Para Ipameri, o Papa Francisco nomeou bispo o Rev. José Francisco Rodrigues do Rêgo, do clero da diocese de Uruaçu (GO), até então vigário-geral e pároco da Catedral.

Padre José Francisco Rodrigues do Rêgo, nasceu dia 24 de Dezembro de 1966, em Barras (PI). É filho do senhor Agostinho Rodrigues do Rêgo  e da senhora Maria Creuza do Rêgo. Cursou da 1ª até a 5ª Série do ensino fundamental em Barras e, continuou os estudos até a 8ª Série do ensino fundamental em Brasília (DF), em escolas públicas.

Ingressou no Seminário Menor São José da Diocese de Uruaçu, em 20 de Janeiro de 1984, onde cursou todo o ensino médio no Colégio Nossa Senhora Aparecida em Uruaçu (GO). Em Janeiro de 1987, continuou seus estudos no Seminário São José da Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro (RJ), cursou a Filosofia e tornou-se Bacharel em Filosofia pela Faculdade de Filosofia João Paulo II. Em Fevereiro de 1989, iniciou o curso de Teologia no Seminário Maior Nossa Senhora de Fátima da Arquidiocese de Brasília e concluiu em Dezembro de 1992.

No dia 13 de Dezembro de 1992, foi ordenado Presbítero na cidade de Uruaçu, por Dom José Silva Chaves.

Foi nomeado Pároco para a Paróquia Nossa Senhora da Abadia, na cidade de Barro Alto  (GO), em 07 de Março de 1993, data em que também foi criada aquela paróquia, sendo ele o seu primeiro Pároco. Em janeiro de 1998, foi nomeado Reitor do Seminário Menor São José da Diocese em Uruaçu; e durante o mesmo período foi vigário paroquial da Paróquia Nossa Senhora Aparecida, em Estrela do Norte (GO).

Em 24 de Janeiro de 1999,  foi nomeado Pároco da Paróquia Santa Teresinha, em Santa Teresinha de Goiás (GO), onde durante três anos exerceu o seu ministério presbiteral. Dia 10 de Março de 2002, foi nomeado Pároco da Paróquia Sagrado Coração de Jesus, data em que também foi criada esta mesma paróquia, sendo ele o seu primeiro Pároco. Permaneceu como pároco desta comunidade até o dia 27 de abril de 2008. Dia 08 de maio de 2008, foi nomeado pároco da Paróquia Nossa Senhora Aparecida, em Minaçu (GO). Em 27 de Janeiro de 2018, foi nomeado pároco da Paróquia Sant’Ana, cura da Catedral de Uruaçu e vigário geral.

Exerceu, ainda, as seguintes incumbências na diocese de Uruaçu: foi diretor espiritual do ECC 2ª e 3ª etapa;  reitor do Seminário Menor São José; foi presidente da Associação de Presbíteros São João Maria Vianney; membro do Conselho de Presbíteros, membro do Colégio de Consultores, Coordenador da Pastoral Presbiteral, vigário forâneo, diretor espiritual no seminário.

Reconheceu, pelo Ministério da Educação, o curso de Teologia, em 2007, na Universidade Católica de Goiás; e, em 2010 reconheceu o curso de Filosofia na Faculdade Católica de Anápolis (GO).

Nova Iguaçu

Em Nova Iguaçu, o Papa Francisco aceitou a renúncia ao governo pastoral da diocese apresentada por Dom Luciano Bergamin, C.R.L. Ele será sucedido por Dom Gilson Andrade da Silva, até então bispo coadjutor da mesma diocese.

Nascido no dia 11 de setembro de 1966, no Rio de Janeiro (RJ), Dom Gilson Andrade da Silva recebeu a Ordenação Sacerdotal em 4 de agosto de 1991, na Catedral de Petópolis (RJ).

Entre os anos de 1985 e 1987 Dom Gilson cursou Filosofia no Seminário Diocesano Nossa Senhora do Amor Divino. Foi aluno do Colégio Eclesiástico Internacional Bidasoa (Pamplona – Espanha), onde fez o curso de bacharelado em Sagrada Teologia na Universidade de Navarra (Espanha), entre 1988 e 1991. Dom Gilson é licenciado em Sagrada Teologia pela Pontifícia Università della Santa Croce (Roma – 1997-1999).

Dom Gilson foi vice-reitor do Seminário Diocesano Nossa Senhora do Amor Divino (Diocese de Petrópolis) de 1991 a 1997 e de 1999 a 2004, onde também foi professor. Ainda na cidade de Petrópolis, assumiu como vigário paroquial a Paróquia de Sant’Ana e São Joaquim entre 1991 e 1994.

No ano 2000 assumiu como professor o curso de Teologia e Filosofia na Universidade Católica de Petrópolis. Em 2004 tornou-se membro do Conselho Pastoral Diocesano e em 2005 membro da Equipe de Coordenação Diocesana do Plano Pastoral de Conjunto e da Missão Popular.

Entre os anos de 2004 e 2005 Dom Gilson foi diretor do Instituto de Teologia, Filosofia e Ciências Humanas na Universidade Católica de Petrópolis. Também no ano de 2004 foi reitor do Seminário Diocesano de Petrópolis e coordenador da Pastoral da Juventude da Diocese de Petrópolis.

A partir de 2006 tornou-se membro do Colégio de Consultores; e presidente da Associação Mantenedora das Faculdades Católicas Petropolitanas (UCP), em 2008.

Em 2011 Dom Gilson foi nomeado pelo Papa Bento XVI como bispo auxiliar da Arquidiocese de Salvador. A Ordenação Episcopal aconteceu no dia 24 de setembro, em Petrópolis. A apresentação em Salvador aconteceu no dia 10 de outubro, na Catedral Basílica, localizada no Terreiro de Jesus.

Papa Francisco o nomeou bispo coadjutor de Nova Iguaçu, em 27 de junho de 2018.

Campinas

Já o novo arcebispo metropolita de Campinas (SP) é Dom João Inácio Muller, transferindo-o da sede episcopal de Lorena.

Dom João Inácio Müller, nasceu em 15 de junho de 1960, em Santa Clara do Sul (RS), diocese de Santa Cruz do Sul. Fez a profissão religiosa na Ordem dos Frades Menores no dia 14 de abril de 1985 e foi ordenado sacerdote aos 3 de dezembro de 1988. Estudou Filosofia na Faculdade Imaculada Conceição, na cidade de Viamão, na Arquidiocese de Porto Alegre-RS, e Teologia na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul e no Studium Theologicum em Jerusalém.

Obteve a Licenciatura em Teologia Espiritual no Antonianum em Roma. Durante seu presbiterado desempenhou os seguintes cargos: de 1988 a 1990 foi Promotor Vocacional e Membro da Equipe dos Formadores no Seminário Seráfico São Francisco de Assis, em Taquari; posteriormente foi Promotor Vocacional, Membro do Secretariado Vocacional e do Conselho de Formação, Membro da Fraternidade no Seminário Menor em Arroio do Meio, de 1990 a 1992; foi Secretário de Pastoral, Promotor Vocacional, Guia dos Candidatos ao Postulantado em Lomba do Pinheiro, de 1992 a 1994; em 1997 e 1998 foi Guardião do Convento São Boaventura; Vigário Paroquial da Paróquia São João Batista em Daltro Filho, de 1997 a 2004;

Também foi Mestre de Noviços, de 1997 a 2004; Secretário da Formação e Estudos da Província e Definidor Provincial, de 1999 a 2007; de 2005 a 2007 foi Vigário da Fraternidade, Mestre dos Estudantes de Filosofia, Agente de Pastoral na Rede de Comunidade da Paróquia Santa Clara no Bairro Lomba do Pinheiro, em Porto Alegre. De 2007 a 2013 foi Ministro Provincial da Província Franciscana São Francisco de Assis, que compreende o Estado do Rio Grande do Sul e presidente da Conferência dos Frades Menores do Brasil.

No dia 25 de setembro de 2013, Papa Francisco o nomeou bispo da Diocese de Lorena, recebendo a Sagração Episcopal pelas mãos do Dom Cláudio Hummes OFM, Cardeal Arcebispo de São Paulo, em Santa Clara do Sul, sua terra natal, escolhendo com lema do seu episcopado: Amor Dei Glória.




Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.